População tem até sexta para se vacinar contra gripe - Notícias - Câmara Municipal de São Sebastião do Passé

Notícias

População tem até sexta para se vacinar contra gripe

População tem até sexta para se vacinar contra gripe

19 maio 2015




A 17ª Campanha de Vacinação contra a Gripe termina na próxima sexta-feira (22). 40% da população de São Sebastião do Passé foi imunizada, conforme dados da Secretaria de Saúde do Município.

O medicamento está disponível nas Unidades de Saúde da Família (USFs) de toda a cidade. Elas funcionam de segunda a sexta-feira, das 08h às 16h. 

Fazem parte do grupo vulnerável gestantes, crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade, idosos com 60 anos ou mais, doentes crônicos, presos, povos indígenas, profissionais do sistema prisional, mulheres com 45 dias após o parto, além de trabalhadores da saúde. 

De acordo com a diretora de vigilância à saúde, Nádja Oliveira, o público-alvo precisa se conscientizar de que a vacinação é importante, afinal, é uma maneira de evitar a doença. “A população precisa procurar a USF e se proteger do vírus Influenza”, afirma.

Vacinas contra o Papilomavírus Humano (HPV) para crianças de 09 a 13 anos de idade e contra a difteria, tétano e coqueluche, a dTpa, para gestantes também estarão disponíveis nas unidades.

A transmissão do Influenza ocorre por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao espirrar, falar ou tossir. Também acontece por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com a boca, olhos e nariz.

Sintomas: A gripe começa com febre alta, acima de 38 ºC, dores de cabeça e no corpo, fraqueza e mal estar. Outros possíveis sinais são dor de garganta, tosse e coriza.

Vacinação e cuidados com a higiene são as formas de prevenção. É importante lavar as mãos várias vezes ao dia, não compartilhar objetos de uso pessoal, cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar.

A dose da injeção protege contra os seguintes subtipos do vírus:  H1N1, H3N2 e B. Após a aplicação, podem ocorrer, dor no local onde foi aplicado o líquido, enrijecimento e eritema. Estes efeitos costumam passar em 48 horas. 

A vacina é contraindicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores ou para quem tem reação alérgica grave a ovo de galinha e derivados.

Foto: Reprodução

Copyright 2022 © Todos os direitos reservados.