Prefeitura e CDL fazem São João da Família - Notícias - Câmara Municipal de São Sebastião do Passé

Notícias

Prefeitura e CDL fazem São João da Família

28 maio 2015



A comemoração da festa junina de 2015 em São Sebastião do Passé (SSP) será feita por uma parceria entre a Prefeitura e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) da cidade. O São João da Família acontecerá de 21 a 23 do próximo mês com atrações musicais do próprio município.

No Casarão do Forró, popularmente conhecido como Caramanchão, as pessoas poderão conferir as apresentações de trios nordestinos, que cantam músicas ligadas ao gênero pé de serra, xote e baião. No trio elétrico, as bandas da terra vão animar a celebração com cantigas do forró universitário e do eletrônico, sertanejo e arrocha. 

De acordo com o prefeito Janser Mesquita, o órgão público não poderá realizar os festejos como antes, devido à queda do royalties do petróleo, os estragos das chuvas e a diminuição da arrecadação municipal. 

“Eu, como gestor, tenho a responsabilidade de priorizar o desenvolvimento dos setores, como educação, saúde, infraestrutura, dentre outros, e de pagar os servidores. Mesmo com o déficit dos repasses, não poderia deixar de fazer esse evento tradicional, que valoriza os talentos sebastianenses, com o comércio”, diz Mesquita.

No ano passado, em dezembro, SSP arrecadava aproximadamente R$ 777 mil reais dos royalties. Em março deste ano houve uma queda de 35,49%, o equivalente a R$ 275.516,71 a menos nas contas. Já em abril de 2015, a redução foi de 29,42%, ou seja, R$ 228.329,04 a menos.

Mesquita comentou ainda sobre a importância da união com a CDL. “Com esse corte fica difícil a prefeitura manter uma comemoração. Estamos dando um grande passo. Em conjunto, vamos fazer a melhor festa possível”, explica.

Segundo Florisvaldo Araújo, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas, o São João é muito importante para o comércio, já que permite a arrecadação de três meses subsequentes de vendas. Araújo comentou como foi o acordo firmado com os demais comerciantes. “Fiz uma assembleia com os associados expondo as dificuldades financeiras de SSP. Eles entenderam e abraçaram o projeto com a prefeitura. Percebemos que a falta de recursos também atinge as cidades circunvizinhas. Juntos vamos fazer com que a festa aconteça”, afirma.

Neste ano, não será cobrada a taxa de funcionamento para os ambulantes e não será permitido que vendedores de outras cidades montem barracas no local do evento, Praça 12 de Outubro.

A Prefeitura irá contribuir com a parte estrutural, como iluminação, ornamentação, som e montagem da estrutura. A contratação das bandas e do trio elétrico ficará sob a responsabilidade da CDL. 


Copyright 2022 © Todos os direitos reservados.